Subscribe Twitter Twitter

28 de fevereiro de 2012

O Justo Viverá Pela Fé

Habacuque sofreria muito se vivesse nos nossos dias. Suas súplicas a Deus por Justiça frente ao viver impiedoso do seu próprio povo deve nos fazer orar como ele orou, pedindo que Deus aja mesmo contra o seu povo, para que este possa acordar da letargia e fraqueza moral com que vive.

Por mais surpreendente que tenha sido, a resposta de Deus ao profeta dizendo que mandaria um povo ímpio para escarnecer do seu próprio povo parece também ter cumprimento nos nossos dias. Somos, como ‘evangélicos’ motivo de piadas e chacotas por causa dos falsos crentes e líderes que embaralham a mente do mundo e envergonham o evangelho.

Mas como devemos, os crentes, perceber todo esse engano que o falso cristianismo tem mostrado? Deus disse a Habacuque que escrevesse numa tábua de pedra (igualzinho aos 10 mandamentos) qual seria o centro da sua mensagem: O justo viverá pela fé.

Aprendendo a lição, o profeta declarou que se tudo na vida acabasse, a figueira não florescesse, a oliveira murchasse, os currais ficassem vazios, ainda assim ele se alegraria em Deus e na sua salvação.

Será que esse evangelho pode ser pregado como suficiente?

Se tudo o que der prazer ao leitor: família, emprego, estabilidade e o que mais você puder pensar for requerido de você hoje, você precisa entender que viver pela fé é, ainda nas piores circunstâncias poder dizer: ainda assim eu me alegro no Deus da minha salvação.

Parece diferente do que você vê na TV? Mas esse é o evangelho daquele que nos chamou assim: Quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

Esse é um convite irrecusável!

Abraço,

Samuel Vitalino

13 comentários:

Anônimo disse...

É o que eu precisava ouvir hoje. Nada mais nada menos. O justo viverá pela fé.

Samuel Vitalino disse...

Referência: O justo viverá pela fé (Hab. 2:4)

Anônimo disse...

mais que palavras, mais que opiniões ou definições, viver pela fé confirma nossa vida. Não somos masoquistas talvez altruístas, mas nem o sofrimento ou as privações nos atrapalha a alegria. Dá-lhe Habacuque!

Rosely Leony disse...

Palavra que nos anima ,nos encoraja a permanecermos firmes na nossa fé."Quem tem ouvidos,ouça o que o espírito diz às igrejas:Ao vencedor,dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus."

Anônimo disse...

PR Olha só essa reportagem. Você fala tanto disso aqui na igreja:

http://www.youtube.com/watch?v=vmzDg2k5PzQ

Samuel Vitalino disse...

Sinistro mesmo!

"Ai deles!"

Anônimo disse...

Pastor,

Em Habacuque 2:2 diz que deveria ser escrito em tábuas, porque o senhor disse que era pedra iguais aos 10 mandamentos?

Lívia Paranhos

Anônimo disse...

Bom. Necessário para os nossos dias.

Charles Melo disse...

Samuel, veja essa poesia:

E se (Stênio Marcius)

A figueira não floresce
Não há fruto na videira
O produto da oliveira mente

Rios, campos não produzem
O curral está vazio
O aprisco está deserto

Tudo isso se passando e o profeta mesmo assim vai se alegrando em Deus

Mas e se fosse comigo
Pra quê mesmo que eu vivo
Onde está minha alegria?

E se a dor for minha sina
Será que ainda faço rima
Canto alegre a melodia?

E se eu perdesse tudo será que contudo me alegraria em Deus?

Eu quero ser, não quero ter
Eu quero crer, não quero ver

Que minha alegria seja tão somente me lembrar de Ti, meu Deus!
Viver e só de Ti viver
Morrer ansioso por te ver
É minha oração
É assim que eu queria ser

Samuel Vitalino disse...

Lívia,

A palavra hebraica mostra que a Tábua de Habacuque era de pedra, e apenas nos 10 mandamentos havia sido dito algo assim.

Acho que isso é bem significativo, e o uso que o NT faz da expressão indica a razão :)

"para ler até quem passa de longe"

Samuel Vitalino disse...

Lindo, Charles...

Ei, vamos traze-lo aqui em Salvador?

Juninho Dourado disse...

Simples e profundo esse é o evangelho genuíno!

Rodrigo Almeida disse...

Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
(Apocalipse 22:14 - ACF)