Subscribe Twitter Twitter

30 de dezembro de 2010

Abstinência Sexual Antes do Casamento... Isso é Mesmo Relevante?

Estudo recente mostrou que casais que esperam para ter relações sexuais depois do casamento acabam tendo relacionamentos mais estáveis e felizes, além de uma vida sexual mais satisfatória, segundo a revista científica Journal of Family Psychology, da Associação Americana de Psicologia. Pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade de seu relacionamento do que os demais. As notas para a satisfação com o relacionamento também foram 20% mais altas entre os casais que esperaram, assim com as questões sobre qualidade da vida sexual (15% mais altas) e comunicação entre os cônjuges (12% maiores).

O sociólogo Mark Regnerus, da Universidade do Texas, autor do livro Premarital Sex in America, acredita que sexo cedo demais pode realmente atrapalhar o relacionamento. Segundo ele, “casais que chegam à lua de mel cedo demais – isso é, priorizam o sexo logo no início do relacionamento – frequentemente acabam em relacionamentos mal desenvolvidos em aspectos que tornam as relações estáveis e os cônjuges honestos e confiáveis”. Veja a matéria na íntegra no seguinte link:

http://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2010/12/28/interna_internacional,200528/abstinencia-antes-do-casamento-melhora-vida-sexual-diz-estudo.shtml )

E a Bíblia com isso?

É interessante como as pessoas dão valor a determinadas informações só porque saíram de uma revista científica. A Bíblia sempre falou isso e deveriam ter dado o crédito a ela. A Bíblia diz que a vontade de Deus é a nossa santificação e que nos abstenhamos da prostituição (no original, pornéia, “impureza sexual” – 1Ts 4.3 - que inclui a fornicação). A fornicação é a relação sexual entre solteiros, ou seja, a relação sexual sem que haja a aliança entre ambos ou o compromisso formal do casamento. Por que isto é errado? Primeiro, porque a fornicação perverte o padrão estabelecido por Deus na Criação, de que homem e mulher se unissem em matrimônio a fim de suprirem-se mutuamente e se multiplicarem. Uma das razões porque Deus mandou o dilúvio foi o fato de se casarem e se darem em casamento (Lc 17.27 – casamento aqui não tem a mesma conotação que hoje em dia. Casamento naquele tempo tinha o sentido de relação sexual mesmo. A idéia é a de que as relações sexuais eram sem compromisso, conforme Gn 6.2,3). O plano de Deus para o sexo é dentro do casamento (Gn 2.24,25), em relacionamento de amor, compromisso e fidelidade. O sexo em santidade na Bíblia está envolvido com a idéia de aliança do casamento. O casamento, por sua vez, é comparado ao relacionamento de Cristo com a Igreja. Paulo disse que a impudicícia nem sequer deveria ser nomeada entre os crentes (Ef 5.3). A impureza sexual é coisa que não pode sequer ser cogitada entre pessoas cristãs regeneradas e lavadas pelo sangue do Cordeiro. A Bíblia também condena a fornicação no sétimo mandamento (Êx 20.14); na listagem das obras da carne em Gálatas 5.19; na lista de impurezas que brotam do coração (Mt 15.19) e mostra de forma positiva que a abstinência sexual antes do casamento é estar em comunhão com Deus (exemplo de José do Egito - Gn 39.8,9 e Hb 13.4).

Se ainda paira dúvida quanto à relevância da abstinência sexual antes do casamento, cito aqui alguns perigos evitados pela obediência ao princípio bíblico. A abstinência sexual antes do casamento evita a gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissíveis, insegurança sexual (“será que sou melhor do que os que ele – ou ela – teve?”), consciência pesada, desapontamento e escândalo (perante os pais, amigos, Cristo). Olhando por outro ângulo, a abstinência sexual provê bênçãos para a verdadeira intimidade no casamento, consciência limpa, bom ambiente para geração de filhos, satisfação e cumplicidade e saúde física.

Há quem diga que a relação sexual entre namorados hoje em dia é questão cultural. Os tempos mudaram... Cuidado com esse pensamento. A vontade de Deus não muda jamais. O que Deus afirmou no passado afirma hoje também porque tem por trás um princípio e uma relação com seu próprio ser perfeito. Porque Deus é eternamente e imutavelmente santo, sempre exigirá santidade por parte dos homens, inclusive na sexualidade.

Mas e se alguém tiver relações sexuais antes do casamento? Há como consertar? Antes de mais nada, lembremos de que a Bíblia diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça” (1Jo 1.9). Confesse a Jesus seus pecados. Se arrependa de coração! Peça perdão a Deus e a quem você ofendeu com sua prática. Tome precauções quanto ao namoro, para evitar as tentações. Prefira espaços públicos e freqüentados por muita gente. Evite lugares ermos e jamais namore dentro do carro em lugar escuro. Leia o artigo sobre o “beijo de língua” (http://bibliacomisso.blogspot.com/2010/11/o-beijo-de-lingua.html) e pense honestamente sobre como eliminar as possibilidades de sofrer mais ainda com as tentações. Evite filmes e programas de televisão com cenas de sexo e fornicação (essas coisas encorajam). Resolva firmemente não contaminar-se com os costumes e idéias populares. Evite namoro muito longo. Procure casar-se logo! Obedeça a Deus e colha os preciosos frutos de sua obediência! Que Deus te abençoe!

Pr. Charles

8 comentários:

Marcel disse...

Sou solteiro e tenho 19 anos, e esta idade não ajuda muito, sabe!
Concordo plena-mente, mas que é difícil é, ainda mais com essa banalização do sexo!
Peço a Deus que me dê muitas forças, para eu viva segundo a sua palavra.
Agradeço as importantes dicas, a paz do Senhor!

Anônimo disse...

Bom,
Achei maravilhoso o texto e muito bem escrito, muito completo e tenho certeza de que agradar a Deus é a melhor forma de servi-lo!!! Ele é perfeito e quer que sejamos sua imagem e semelhança....
Já mandei pra várias pessoas, e estou orando pra que Deus toque no coração de cada uma delas!!!
Que Deus te abençoe Pr Charles e te faça a cada dia um servo fiel e que em muito tem nos ajudado com palavras de exortação e conforto para nos matermos no caminho de santidade!!!

Charles Melo disse...

Marcel,

Obrigado pela participação no blog. Me alegra muito saber que há jovens como você interessados em viver em obediência e temor. Não é fácil mesmo, mas pense que Deus não permite tentação que seja maior que as nossas forças. Ele sempre provê livramento juntamente com a tentação (1Co 10.13).

Abraço!

Charles Melo disse...

Caro anônimo,

Suas palavras soam como bálsamo, depois de ser criticado por causa do meu post sobre o beijo erótico. Pode parecer radical de minha parte esses artigos do nosso blog, mas não são. Acontece que o comportamento cristão hoje é tão permissivo que contradiz os bons costumes e o mandamento bíblico deliberadamente. Sejamos corajosos para admitir o que há de errado em nossa cultura e vamos mudar o que for necessário.

Abraço!

Casal 20 disse...

Olha só onde fomos achar você!

Parabéns pelo texto!

Abraços sempre afetuosos.

Ana Carolina disse...

Pr. Charles
Este texto é excelente para a instrução de adolescentes e jovens cristãos! Vamos iniciar um trabalho com os adolescentes de nossa igreja com o tema "Namoro Cristão - Escolhendo seu cônjuge" e, certamente, leremos seu texto em um dos dias.
Que Deus continue abençoando o sr. com intrepidez e engajamento na santificação de Seu povo!

D Cunha disse...

Meu querido amigo Pr Charles. Permita-me a expressāo "querido amigo", pois, serei o priviligiado tendo como amigo uma pessoa como o Sr. Amei o texto, e faço minhas as palavras de Ana Carolina; leve esse estudo aos nossos jovens. No amor de Jesus, Alfredo.

D Cunha disse...

Meu querido amigo Pr Charles. Permita-me a expressão "querido amigo", pois o privilegiado sou eu. Amei o texto, e faço minhas as palavras de Ana Carolina; leve esse estudo aos nossos jovens. Que Deus o abençoe. Alfredo.